Preparo seminal

O preparo seminal é realizado nos tratamentos da reprodução assistida, com o propósito de selecionar os melhores espermatozóides.

A coleta do sêmen pode ser realizada por masturbação ou com a punção dos testículos ou epidídimo.

A análise macroscópica avalia a qualidade seminal, como o pH, a cor, o volume, a viscosidade e a liquefação, assim como detecta substâncias presentes no sêmen que podem ser prejudiciais ao organismo feminino.

Os critérios microscópicos avaliam a concentração, morfologia e motilidade dos espermatozoides.

Os aspectos morfológicos são analisados por região: cabeça, pescoço e cauda.

A partir dos resultados da análise, é definida a técnica mais adequada para o preparo seminal.

As mais utilizadas são a lavagem simples, a migração ascendente (swim-up) e o gradiente descontínuo de densidade.

Essas técnicas, possibilitam a recuperação de um percentual bastante expressivo de espermatozoides de maior qualidade.

Entre em Contato

Rolar para cima